terça-feira, 25 de abril de 2017

Caso Diogo: Polícia prende suspeito de matar agente de trânsito em blitz da 'Lei Seca' na PB


Foi preso nesta segunda-feira (24) o motorista suspeito de atropelar e matar o agente de trânsito Diogo do Nascimento, durante uma blitz da Lei Seca em João Pessoa. O crime aconteceu no bairro do Bessa, na madrugada de 21 de janeiro. Rodolpho Carlos teve a prisão preventiva decretada pelo juiz do 1º tribunal do Juri, Marcos William.

O advogado Sheyner Asfora, responsável pela defesa do réu, informou ao G1 que vai entrar com novo pedido de habeas corpus. "A defesa técnica está tendo conhecimento do inteiro teor da decisão que decretou a prisão preventiva de Rodolpho Carlos para, então, impetrar o Habeas Corpus por entender, com todo respeito à decisão proferida pelo juízo competente, não estarem presentes os requisitos para uma prisão cautelar, uma vez que, desde a ocorrência do fato até o presente momento não há notícias de qualquer evento que venha justificar o encarceramento de Rodolpho Carlos", disse em nota.

À TV Cabo Branco, o juiz Marcos William informou que a prisão foi decretada para preservar a ordem pública e garantir a instrução do processo. O juiz disse ainda que marcou a primeira audiência de instrução do processo para o dia 26 de maio. Nesta audiência, serão ouvidas as testemunhas de defesa e acusação.

A equipe responsável pela investigação do caso é coordenada pelo delegado de homicídios Reinaldo Nóbrega, da Polícia Civil. Rodolpho Carlos foi levado para audiência de custódia na Central de Polícia, em João Pessoa, e após audiência de custódia será decidido para qual presídio ele será encaminhado. Ele passou a ser réu no processo no dia 7 de fevereiro.


Entenda o caso

O agente de trânsito Diogo Nascimento, de 34 anos, foi atropelado durante uma blitz na Avenida Governador Argemiro de Figueiredo, no Bessa. Ele morreu no Hospital de Emergência e Trauma no dia 22 e foi enterrado na tarde do dia 23 de janeiro. A cerimônia contou com homenagens de familiares e amigos.

Na noite do dia 31 de janeiro, a polícia realizou uma reconstituição do atropelamento, reunindo os agentes que estavam na blitz no dia do ocorrido, testemunhas e motoristas que foram parados na blitz. O motorista compareceu à delegacia, mas não participou da reconstituição.

De acordo com informações iniciais da Polícia Civil, o motorista não obedeceu à ordem de parada e tentou fugir do bloqueio. Na tentativa de fuga, o condutor do veículo atropelou o agente, que foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência e Trauma da capital, em estado grave.

Motorista se apresentou à polícia

Rodolpho Carlos se apresentou à Polícia Civil na manhã do dia 24 de janeiro, na Central de Polícia de João Pessoa. O suspeito chegou à delegacia acompanhado de dois advogados e foi atendido pelo delegado Marcos Paulo Vilela, que informou que o jovem "se reservou o direito de permanecer em silêncio".

Fonte: G1-PB

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Data Base 2017: Pauta de Reivindicações


PAUTA:

1. Correção inflacionária (IPCA) da tabela salarial do Plano de Cargos e Vencimento lei n°8629/214;

2. Reenquadramento dos servidores conforme tempo de serviço nos seus respectivos níveis previsto plano de cargos e vencimentos em cumprimento à Lei n°8629/2014;

3. Reajuste no Auxílio Alimentação e Auxílio Refeição Serviços com base nas perdas inflacionárias do período, haja visto, que o valor atual acumula uma defasagem do período de dezembro de 2012 à abril de 2017 (cinco anos sem reajuste);

4. Reajuste das operações especiais com base nos valores de horas extras;

5. Manutenção da integralidade da remuneração nos casos de afastamentos por mais de 30 (trinta) dias, em decorrência de acidentes de trabalho e/ou doenças;

6. Realização de Concurso Público para todos os cargos da Transalvador; 

7. Criação do de grupo de trabalho paritário, com o objetivo de elaborar minuta da proposta do PCCV para os servidores em transporte e trânsito, conforme disposto no art.144, §10 da Constituição Federal de 1988, tendo como premissa a manutenção de todos os direitos; Conforme acordado em ata com o superintendente da TRANSALVADOR no dia 24/11/2016;

8. Construção de bases de apoio para o efetivo de área, equipada com sanitário e bebedouro, construção de um amplo vestiário que contemple local para banho, guarda dos materiais de trabalho e uniformes, Criação de espaços de convivência;

9. Acompanhamento Social aos servidores com problemas de dependência química, depressão e alcoolismo e educação financeira;

10. Implementação de Programa Habitacional do Servidor nos mesmos moldes do existente no Governo do Estado da Bahia, através da doação de terrenos municipais e em parceria com a Caixa Econômica Federal;

11. Licitação para aquisição de fardamento, uma vez que já fazem 03(três) anos que foram pagos e, não havendo reposição neste período ocasionou desgastes no mesmo. 

Obs: Os itens desta pauta estende-se aos prestadores de serviço da TRANSALVADOR.


quarta-feira, 19 de abril de 2017

Nota de Pesar



É com profundo pesar que informamos o falecimento do pai do Agente Elsimar Lima.

O sepultamento será realizado hoje (quarta, 19/04), às 11h30 na sala 04 do Cemitério da Ordem Terceira de São Francisco, Ladeira Quinta dos Lázaros, 104 - Baixa de Quintas.

A diretoria da ASTRAM e seus associados se solidarizam com os familiares e amigos neste momento de perda e dor.