sexta-feira, 25 de julho de 2014

Comemoração Solidária – Dia 02/08 (sábado), na The Best Beach

Depois de tanta luta, chegou a hora de celebrarmos duas das maiores conquistas da nossa categoria: A aprovação do nosso Plano de Cargos e Vencimentos (PCV) e o reconhecimento da nossa profissão na Constituição Federal, através da aprovação e promulgação da PEC-77 (Emenda Constitucional 82/2014).

Para marcamos este momento, no sábado, dia 02/08, estaremos realizando uma Comemoração Solidária na The Best Beach (Ribeira), tendo como atrações as bandas de samba Nossa Metade e Benza Eu.

A entrada no evento será mediante a doação de um kilo de alimento não perecível que será doado ao Núcleo de Apoio à Criança com Câncer (NACCI), instituição com a qual assumimos o compromisso de mensalmente ajudar. Como acontece normalmente, cada associado terá direito de levar um convidado.

Estamos esperando todos que estiveram conosco no front de batalha, para essa histórica comemoração.

Diretoria da ASTRAM


Evento: Comemoração Solidária ASTRAM – Aprovação PCV e PEC-77

Quando: Sábado - Dia 02/08/2014

Local: The Best Beach (Av. Beira Mar, 449 - Ribeira)

Horário: Das 14h às 20h

Atrações: Bandas Nossa Metade e Benza Eu

Acesso ao local: Os associados terão acesso ao evento mediante apresentação do contracheque e documento de identidade, sendo liberada a entrada somente do titular e um convidado. Não será permitida a entrada para menores de 16 anos.




quarta-feira, 23 de julho de 2014

Campeonato de Futebol da ASTRAM 2014


Transalvador arrecada mais de R$ 2,7 milhões no primeiro semestre com Zona Azul

A arrecadação da Transalvador com as vagas de estacionamento em Zona Azul no primeiro semestre deste ano alcançou R$ 2.717.786, o que representa um aumento de 145,12% em relação ao mesmo período em 2013, quando R$ 1.108.735 foram arrecadados pela prefeitura. Segundo informações do jornal A Tarde, o diretor de trânsito do órgão, Marcelo Correia, afirmou que os valores são investidos em sinalização e manutenção de serviços da autarquia. Ainda de acordo com o gestor, serão licitadas a compra e o reparo de 260 semáforos com previsão de custo de R$ 12 milhões. Cerca de 800 guardadores regularizados atuam nas áreas de Zona Azul. Na última semana, a prefeitura divulgou duas novas regiões que passarão a ter as vagas de estacionamento: na Avenida Antônio Carlos Magalhães e na Rua Djalma Dutra.

Fonte:

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Reconhecimento ao trabalho: Diretor da ASTRAM fez parte da mesa do Congresso na Promulgação da PEC-77, agora Emenda Constitucional 82/2014









Com a presença do Diretor da ASTRAM, André Camilo, na mesa do Congresso Nacional, o presidente do Senado promulgou no dia 16/07, nossa PEC-77, agora Emenda Constitucional 82/2014. Um reconhecimento ao trabalho e a luta da ASTRAM, nessa que é uma das vitórias mais expressivas da história de nossa categoria.

Renan Calheiros disse que além das vidas preservadas, a redução de acidentes de trânsito também colabora para desafogar a saúde pública brasileira. Ele lembrou que na votação da emenda no Senado, dia 28 de maio, não houve votos contrários nem abstenções e “a proposta contou com o entusiasmado apoio dos profissionais do setor que acompanharam as votações aqui nas galerias do Senado Federal.”

O presidente Renan Calheiros lembrou ainda que na sua gestão no Ministério da Justiça foi realizada a regulamentação do Código de Trânsito Brasileiro. “A completa regulamentação deu vida a nova legislação e, ao lado do aperto na fiscalização, poupou seis mil vidas ao ano naquele momento”, avaliou Renan.

Segundo ele, depois de um período inicial de grande empolgação com o Código de Trânsito, o Brasil voltou a conviver com os números trágicos dos acidentes nas rodovias destacados a cada grande feriado, no período das férias e no carnaval.

“Não podemos permitir que isso ocorra. O Congresso Nacional está estará sempre aberto a modificar e aprimorar leis a qualquer tempo, no sentido de que elas não fiquem no papel. Por esta razão aprovamos e estamos promulgando esta PEC que representa um momento importante e dignidade para a categoria de agentes de trânsito e para a segurança viária em todo o Brasil”, afirmou o presidente do Senado.



A proposta relaciona as atividades ligadas ao trânsito em novo parágrafo da Constituição, no artigo 144, que trata da segurança pública, organizando os agentes de trânsito em carreira no âmbito dos estados, dos municípios e do Distrito Federal. Entre outras atividades previstas em lei, os órgãos de segurança devem tratar da educação, da engenharia e da fiscalização no trânsito para assegurar ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente. O texto diferencia fiscalização de trânsito, atividade já executada por órgãos próprios.

O projeto original previa a regulamentação por lei do piso salarial dos guardas municipais e dos agentes de fiscalização do trânsito, mas durante a tramitação essa parte do texto acabou retirada.

Fonte:
http://www12.senado.gov.br/senado/presidencia/noticia/renan-calheiros/renan-promulga-pec-dos-agentes-de-transito


domingo, 20 de julho de 2014

Especialista defende uso de aplicativos populares na gestão do trânsito

O uso das novas tecnologias no trânsito ajuda os gestores a encontrar soluções mais rápidas, de acordo com a arquiteta Cristina Aragón, especialista em estudos de trânsito e transporte. “É mais fácil ver em tempo real o que está acontecendo e também reduz a possibilidade de erro”, diz. Para isso, ela considera válido até usar aplicativos que estão disponíveis para qualquer pessoa com um smartphone - a exemplo dos apps Waze e Google Transit.

“O ideal é ter um sistema que seja integrado com essas novas tecnologias e redes sociais. Assim, é possível encontrar alternativas para o trânsito e chegar à melhoria da gestão”, afirma Cristina. De acordo com o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, os agentes do órgão já usam os aplicativos, mas isso deve crescer.

“A gente já tem instalado o Waze na nossa central e em algumas viaturas. Temos usado de forma expressiva, mas isso deve aumentar com a criação do nosso centro de operações, que vai implantar tecnologias do Waze e do Google Transit”, explica, referindo-se ao centro de planejamento estratégico do órgão, cuja implantação deve ser iniciada ainda este ano.

Para o superintendente, Salvador passou muito tempo sem investir em novos recursos tecnológicos. “E é algo que não temos como fugir, nem podemos ficar atrás. São ferramentas necessárias para melhorar o trânsito, a exemplo dos semáforos inteligentes, que vão garantir mais fluidez entre os campos semafóricos da cidade”, detalha. Até o fim do ano, a Transalvador deve implantar 150 novas sinaleiras que se adaptam às condições do tráfego, de forma integrada.

Radares que medem velocidade a distância começam a ser instalados

Até o fim desta semana, já começam a ser instalados novos radares nas principais vias da cidade, de acordo com o diretor de trânsito da Transalvador, Marcelo Corrêa. Ao todo, serão 326 novos equipamentos, instalados gradativamente até o ano que vem. Segundo o órgão, a diferença é que os radares são capazes de medir a velocidade de um veículo antes que ele se aproxime da estrutura física. Primeiro, serão colocados 50 aparelhos.



“Vamos instalar a primeira leva. Agora, colocamos as colunas. Depois, em meados de agosto, começamos com a parte eletrônica”, explica Corrêa. Em seguida, os fotossensores serão aferidos pelo Instituto Bahiano de Metrologia Normalização e Qualidade (Ibametro). “Tão logo isso seja feito, vamos começar o processo de sinalização das vias, para que as pessoas se sintam bem orientadas quanto à velocidade em cada local.

Ao final de setembro, já devemos começar a fiscalização”. Ainda segundo Corrêa, os 50 radares devem ser distribuídos em vias como as avenidas Paralela, Bonocô, Jequitaia, Juracy Magalhães, Garibaldi, Reitor Miguel Calmon e Otávio Mangabeira. “Depois, teremos instalações constantes. Não vamos parar, até o ano que vem”, adverte. Quatro radares já foram instalados. No entanto, todos ainda aguardam para ser aferidos pelo Ibametro.

Um deles fica na Avenida Professor Magalhães Neto, na Pituba, em frente ao Hospital da Bahia. Enquanto isso, os outros três ficam na Avenida Oceânica, na Barra. “Esses três terão duas funções. Além de fiscalizar a velocidade com que estão trafegando, os da Barra vão fazer o controle de acesso dos veículos credenciados nas áreas em que só moradores podem acessar”, adianta.

Fonte:

http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/especialista-defende-uso-de-aplicativos-populares-na-gestao-do-transito/?cHash=84fc6ab9d3d9ff4b9481fe8f3974c5bd

Fiscais da Transalvador passam a multar motores através de smartphones em setembro

Ao sair para trabalhar, o supervisor de tráfego da Transalvador Divair Elói está sempre munido de papel e caneta, para autuar os condutores que andam fora da linha. Qualquer tecnologia que não seja um rádio portátil passa longe. “Infelizmente, é bem arcaico, especialmente se você comparar com a realidade de hoje”, comenta o agente de trânsito. 

Mas, agora, parece que o futuro vai chegar: a partir de setembro, todo o sistema de multas vai ser informatizado. Até lá, a Transalvador já deve contar com os primeiros 200 smartphones com sistema de talonário eletrônico. Ao total, serão 600 smartphones ainda este ano. Ou seja, os agentes vão abandonar o modelo jurássico e todo o processo será digital - menos o papelzinho que chega em sua casa.



“Hoje, usamos um equipamento manuscrito, mas vamos mudar para uma forma eletrônica que oferece mais segurança, agilidade e transparência ao processo”, explica o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller. Segundo ele, “os agentes vão ter acesso ao banco de dados na hora, para saber se aquele carro que estão autuando realmente é aquele carro”.

Hoje em dia

Atualmente, funciona assim: um agente vê um condutor cometendo a infração e, prontamente, vai lá e anota os dados do veículo. De acordo com o superintendente, só nisso aí já é mais fácil ter um problema - se o profissional anotar um número com grafia dúbia, por exemplo. De qualquer forma, a notificação é encaminhada ao setor de processamento de multas. Lá, alguém ainda vai ter que digitar tudo e enviar ao banco de dados do órgão.

Daí, a multa finalmente vai para a gráfica e, de lá, para a casa do infrator. Esse processo leva entre 20 e 25 dias. “Pelo sistema eletrônico, a multa entra automaticamente no sistema e é encaminhada para a gráfica. Vamos conseguir agilizar esse processo em até metade do tempo”, aponta.

Ainda de acordo com Muller, Salvador é uma das últimas capitais brasileiras a implantar o sistema. De fato, o talão eletrônico já é uma realidade em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro - e também em municípios do interior do estado, a exemplo de Ilhéus e Alagoinhas. 

Concorrência 

Desde o último dia 30 de junho, a Transalvador tem recebido propostas das três empresas que se candidataram à licitação. Enquanto uma das concorrentes é de Salvador, as outras duas são de outros estados: uma de Minas Gerais e outra do Rio de Janeiro, segundo Fabrizzio Muller, que preferiu não revelar o nome das empresas.

Quem vencer deverá oferecer o serviço por cinco anos e vai receber cerca de R$ 30 milhões ao longo do período. “Elas (as empresas) têm que incluir toda a parte do software, que é o programa, e do hardware, que são os equipamentos”, destaca. 



Todos os agentes que trabalham na rua - seja de trânsito ou na fiscalização de transportes públicos ou táxi - devem ter um smartphone. “Temos cerca de 800 agentes. Pela quantidade, não contemplaria todo mundo, mas ainda estamos definindo como vai ser. Eles podem pegar o equipamento e devolver quando acabar o turno, o que daria uma rotatividade”, cogita.

Além de deixar o processo mais rápido e prático, a nova tecnologia deve nortear as intervenções da Transalvador no trânsito, de acordo com Muller. “A partir do momento em que temos informações em tempo real, podemos otimizar a fiscalização”, explica. Ainda conforme o superintendente, com o novo recurso vai dar “para ver quais são as infrações que estão sendo mais cometidas em um determinado lugar, naquele momento, e orientar a fiscalização nesse sentido”. 

Expectativa

Enquanto isso, o supervisor de tráfego Divair Elói mal pode esperar para largar o bloquinho e deixar a caneta em casa. “Estamos aguardando, né? Todo mundo usa smartphone e, hoje, tudo é pelo celular. Vamos visualizar situações que não veríamos sem a tecnologia”, comenta.

O que mais o anima é a possibilidade de reduzir os erros, além da rapidez no processo. “A gente vai poder ver se uma placa é clonada, o modelo (do carro), o município... Até para as abordagens, pode ajudar a checar se está tudo certo com a licença do motorista”, diz.

E não é só ele. Segundo o presidente da Associação dos |Servidores em Trânsito e Transporte do Município (Astram), Adenilton Júnior, os agentes estão ansiosos para a chegada dos equipamentos. “Vai trazer mais dinâmica para as nossas atividades, porque esse tipo de sistema facilita a identificação e no preenchimento da localização da infração”, declara.

Fonte:
http://www.correio24horas.com.br/detalhe/noticia/fiscais-da-transalvador-passa-a-multar-motores-atraves-de-smartphones-em-setembro/?cHash=07222fd41594c3150b067c9f738c2584

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Com Diretoria da ASTRAM presente, PEC-77 é promulgada em Brasília

Hoje, foi mais um dia para entrar na história da nossa categoria. O Congresso Nacional promulgou a PEC-77, que se tornou a Emenda Constitucional 82, criando a carreira de Agentes de Trânsito e Transporte no sistema de segurança pública.

Com a ASTRAM representada pelos diretores Melke Santana, Judário Santos, André Camilo e Neilson Jesus, acompanhamos de Brasília mais esse sonho se tornar realidade. Embora estejamos colhendo frutos das sementes plantadas tempos atrás, ainda há muito a ser  feito e por isso a luta não pode parar.

Mais uma vez voltamos a afirmar que sem o apoio e reconhecimento da categoria, nada do que estamos conquistando seria possível, portanto, agradecemos mais uma vez a confiança depositada pelos companheiros e companheiras.

Até a próxima batalha,

Diretoria da ASTRAM


Câmara Notícias: Promulgada emenda constitucional que disciplina a seegurança viária

O Congresso Nacional promulgou nesta quarta-feira (16) a Emenda Constitucional 82, que cria a carreira de agentes de trânsito no sistema de segurança pública.

Oriunda da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/11, do deputado Hugo Motta (PMDB-PB), a emenda dá caráter constitucional à competência dos órgãos e agentes de trânsito, estruturados em carreira, no âmbito dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. A intenção é garantir ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente.

Entre outras atividades previstas em lei, os órgãos de segurança viária tratarão da educação, da engenharia e da fiscalização no trânsito para assegurar à população melhor mobilidade urbana.

Primeiro vice-presidente da Câmara dos Deputados, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) disse que a promulgação da Emenda 82 representa um grande avanço, pois possibilita ao País fazer uma mudança que o constituinte de 1988 sequer cogitou, em virtude da distância que separava o sociedade de então dos problemas de trânsito que enfrentamos hoje. "O Brasil se desenvolveu e, do ponto de vista de mais acesso aos bens, atualmente milhões de brasileiros têm carro. Na razão direta desse crescimento, os problemas também se agravaram. As mortes no trânsito viraram uma verdadeira carnificina", declarou Chinaglia.


Entes federativos

Na justificativa de sua proposta, Hugo Motta lembrou que o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) transferiu para o município o dever de gerenciar o trânsito. A transferência, no entanto, está condicionada à existência de capacitação e de Junta Administrativa de Recursos de Infrações, o que será possível agora com a alteração constitucional.

Na Câmara dos Deputados, o texto inicial, que abrangia somente os municípios, sofreu alteração para englobar também estados e Distrito Federal.

Congresso promulga hoje nossa PEC-77

O Congresso Nacional realiza nesta quarta-feira (16) sessão solene destinada à promulgação da Emenda Constitucional 82, que cria a carreira de agentes de trânsito no sistema de segurança pública.

Oriunda da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/11, de autoria do deputado Hugo Motta (PMDB-PB), a emenda estabelece que a segurança viária compreende educação, engenharia e fiscalização de trânsito, com o objetivo de garantir ao cidadão o direito à mobilidade urbana eficiente. O texto aprovado pelo Congresso dá caráter constitucional à competência dos órgãos e agentes de trânsito, estruturados em carreira, no âmbito dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Na justificativa de sua proposta, o deputado Hugo Motta lembra que o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) transferiu para o município o dever de gerenciar o trânsito. No entanto, a transferência está condicionada à existência de capacitação e de Junta Administrativa de Recursos de Infrações. A medida proposta tem por finalidade, portanto, a criação de órgão apto a desempenhar essas funções, reduzindo, assim, os acidentes de trânsito.

Na Câmara dos Deputados, o texto inicial, que abrangia somente os municípios, sofreu alteração para englobar estados e Distrito Federal.

Fonte: 

IMPORTANTE: Publicação no Diário Oficial do PCV

Na última segunda, dia 14.07, foi publicado no Diário Oficial do Município, nosso Plano de Cargos e Vencimentos que foi aprovado pela Câmara de Vereadores no dia 11.06.

IMPORTANTE: O próximo salário já virá com os novos salários e retroativo a maio.


Diretoria da ASTRAM


terça-feira, 15 de julho de 2014

CONVOCAÇÃO: Reunião com os Prestadores - Sexta (18/07), às 10h

Convocamos todos os Prestadores de Serviço da Transalvador para a reunião que vai acontecer na próxima sexta, dia 18/07, às 10h, na GESIN.

Contamos com a presença de todos os PS´s

Diretoria da ASTRAM